X

Receba nossa programação por email

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS:

Conflitos políticos têm custo elevado para os EUA

15 outubro 2013

VALOR

Os conflitos entre democratas e republicanos em Washington desde 2010 reduziram em 1 ponto percentual o crescimento dos Estados Unidos e custaram ao país 2 milhões de postos de trabalho no período de três anos, segundo novo relatório publicado pelo grupo de pesquisa econômica Macroeconomic Advisers.

A terrível avaliação foi divulgada num momento em que os EUA ingressam na terceira semana de suspensão dos serviços do governo, e estão a menos de cem horas de dar um inédito calote em sua dívida devido à paralisia política observada na capital.

O presidente Barack Obama se encontraria ontem com líderes do Congresso, em meio a sinais de que Harry Reid, o líder democrata no Senado, estaria se perto de chegar a um acordo com colegas republicanos na Câmara Alta que romperia o impasse.

Uma hora antes da reunião dos parlamentares com Obama, Reid disse no plenário do Senado que estava “muito otimista” de que se alcançaria um acordo nesta semana. Ao seu lado, Mitch McConnell, o republicano mais destacado do Senado, disse que os dois tiveram “intercâmbios e pontos de vista construtivos”.

“Essas discussões continuam e compartilho do otimismo dele”, disse McConnell.

Se um possível acordo de curto prazo em torno do orçamento e do aumento do teto da dívida pública for aprovado pelo Senado, as atenções se voltarão para a Câmara dos Deputados, onde John Boehner, o presidente republicano da Casa, enfrentará intensas pressões para levar o projeto de lei a votação no plenário.

Obama, falando em um centro de trabalho voluntário na capital americana, advertiu que há “boa chance” de que os EUA deixem de honrar sua dívida, caso os republicanos não se disponham a colocar de lado a “chantagem partidária baseada na atitude temerária”.

Ele acrescentou que os republicanos “continuam a pensar” que poderiam arrancar concessões dos democratas pela manutenção da paralisia do governo.

O relatório da Macroeconomic Advisers revelou o custo da paralisia política. Detectou que mesmo um breve calote técnico da dívida pelos EUA poderá levar a uma nova recessão, ao elevar a taxa de desemprego americana de 7,3% para 8,5% em meio à crescente aversão ao risco, à alta dos custos de captação e à queda dos preços dos ativos.

O estudo também avaliou os custos da política fiscal dos EUA desde 2010, e concluiu que os conflitos reduziram o crescimento econômico em 1 ponto percentual e custaram 2 milhões de postos de trabalho ao país.

Participe do I Seminário Certificado de Operações Estruturadas

Data: 22/11/2013

+ informações

Receba mais informações sobre o seminário.