X

Receba nossa programação por email

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS:

Novo perfil dos diretores jurídicos, mostraestudo da KPMG

08 outubro 2014

KPMG

As empresas reconhecem que estão requisitando atividades além da atuação tradicional

O levantamento da KPMG “Além do Horizonte” (Over the Horizon, em inglês) revela que o perfil do advogado que atua no setor de Controle Interno vem se modificando. O estudo apontou que esses profissionais passaram a ter seis novas funções, além das atividades já desempenhadas como assessores jurídicos. Entre as recentes responsabilidades está o monitoramento da segurança cibernética institucional, no intuito de minimizar as preocupações com os riscos de fraudes e violações de dados intencionais ou não.

Além disso, o relatório destaca que as empresas esperam que os assessores jurídicos façam a gestão dos riscos empresariais – tais como fenômenos geopolíticos ou falhas tecnológicas. Esses profissionais também devem gerir o crescente surgimento de regulações como, por exemplo, sugere a “nova norma regulamentar” que aumenta as exigências por conformidades globais; o assessor jurídico também se tornou responsável pela conduta corporativa de terceiros; agora ele também atua na execução de contratos, além da expectativa a longo prazo de que também tratem das negociações e elaborações de contratos; a empresa também espera que ele faça abordagens adaptáveis à resolução de litígios, em vez de confiar absolutamente nas negociações.

“É notório como os executivos líderes já reconheceram e estão incentivando suas equipes jurídicas à realizar a capacitação de seus profissionais. Essa iniciativa, teoricamente, poderá garantir que as Diretorias de Assessoria Jurídica sejam capazes de, como aponta o relatório, assumir questões complexas, filtrá-las e chegar a uma conclusão sensata”, afirma Marcos Matsunaga, sócio da área legal da KPMG no Brasil.

Participe do 2º Encontro Nacional Portos: Investimentos e Logística

Data: 14/11/2014

+ informações

Receba mais informações sobre o seminário.