X

Receba nossa programação por email

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS:

Obras em 13 aeroportos avançam para a Copa 2014

01 outubro 2012

Portal da Copa

Imagens captadas nos 13 aeroportos com obras para a Copa do Mundo de 2014 mostra o avanço nas intervenções. Ao todo, quatro terminais foram concedidos à iniciativa privada: Brasília (DF), Campinas (SP), Guarulhos (SP) e São Gonçalo do Amarante (SP). Em todos eles, a Infraero continua responsável por alguns projetos.

Belo Horizonte
As obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto de Confins estão em andamento e têm conclusão prevista para dezembro de 2013. O valor do projeto é de R$ 239,6 milhões.
Outra ação é a reforma e ampliação da pista de pouso e decolagens e do pátio de aeronaves. Os projetos executivos estão em fase de elaboração. Essas intervenções devem começar em janeiro de 2013 e serão feitas por Regime Diferenciado de Contratação (RDC).
A novidade é que ainda no fim de setembro sairá o resultado da licitação do terminal de passageiros 3, com início da construção previsto para novembro de 2012.

Brasília
O aeroporto Juscelino Kubitschek foi concedido à iniciativa privada em leilão ocorrido em fevereiro. No entanto, a Infraero continua responsável pela reforma do corpo central do terminal de passageiros. As obras, que serão concluídas em outubro, alcançaram 45% de execução em junho e estão orçadas em R$ 5,5 milhões. O segundo módulo operacional foi concluído em junho, está em funcionamento e recebeu R$ 7 milhões em investimentos.

Campinas
Outro aeroporto concedido à iniciativa privada, Viracopos será administrado por consórcio por um prazo de 30 anos. A Infraero ficou responsável pela implantação do módulo operacional, já concluído, e que teve R$ 7 milhões de investimentos. No início de julho, a Anac autorizou o consórcio responsável pelo aeroporto a dar início à fase de transferência das operações e das obras para ampliação do terminal.

Cuiabá
No aeroporto Marechal Rondon, o terminal de passageiros será reformado em duas fases. A primeira está em andamento: construção do novo prédio administrativo e demolições. A segunda será licitada pelo governo de Mato Grosso, via RDC. Outra obra de benefício para o aeroporto foi a construção do módulo operacional, concluída em 2011, que custou R$ 2,9 milhões.

Curitiba
A elaboração dos projetos básico e executivo do terminal de passageiros do aeroporto Afonso Pena está em andamento. A previsão de conclusão da 1ª etapa é dezembro de 2013. A empresa responsável pelo empreendimento deve ser contratada via RDC.
Também será ampliado o pátio de aeronaves, que passará de 84 mil m² para 143 mil m², com conclusão prevista para fevereiro de 2013. Orçada em R$ 25,4 milhões a intervenção no pátio estava 74,5% finalizada em julho.

Fortaleza
As obras de reforma e ampliação do pátio de aeronaves e do terminal de passageiros do aeroporto Pinto Martins foram iniciadas em junho. O investimento total nos projetos será de R$ 336,6 milhões. A contratação foi feita via RDC. A conclusão da 1ª etapa das obras, voltada para a Copa do Mundo, está marcada para dezembro de 2013.

Manaus
A reforma e ampliação do terminal de passageiros do aeroporto Eduardo Gomes começou em novembro de 2011 e tem conclusão prevista para dezembro de 2013. Em setembro de 2012, o projeto tinha alcançado 28,4% de execução.

Natal
O aeroporto de São Gonçalo do Amarante, município próximo à capital potiguar, será construído pela iniciativa privada, após leilão que cedeu o direito de exploração do terminal de passageiros, realizado em 2011.
As obras de terraplanagem e construção do sistema de pistas e pátios de aeronaves estão a cargo da Infraero e tiveram a 1ª etapa concluída em abril de 2011. A 2ª etapa será finalizada em outubro de 2013. O investimento é de R$ 174,4 milhões.

Porto Alegre
As intervenções no aeroporto Salgado Filho incluem a reforma e ampliação do terminal de passageiros e da pista de pouso e decolagem. O projeto executivo do terminal está em processo de elaboração, e a entrega da primeira fase está prevista para dezembro de 2013.
O projeto executivo das obras na pista também está sendo elaborado e a contratação para o empreendimento será via RDC, com conclusão prevista para março de 2014. O módulo operacional do aeroporto foi entregue em janeiro deste ano e teve R$ 5,2 milhões em investimentos.

Recife
O aeroporto Gilberto Freyre conta com um moderno terminal de passageiros entregue em 2006 e capaz de atender a uma oferta maior que a demanda atual. Por isso, para a Copa do Mundo, a única obra prevista é a construção de uma nova torre de controle, com conclusão prevista para dezembro de 2013.

Rio de Janeiro
São três obras em andamento no aeroporto Tom Jobim, conhecido como Galeão. A reforma do terminal de passageiros 1 tem conclusão marcada para dezembro de 2013 e custará R$ 301 milhões. A reforma do terminal de passageiros 2 está dividida em quatro etapas e será finalizada em dezembro de 2013. Por fim, a recuperação e a revitalização do sistema de pistas e pátios serão entregues até outubro de 2013. Orçada em R$ 157,4 milhões, as intervenções nas pistas e pátios tinham 34,5% de execução em julho.

Salvador
O projeto executivo da reforma do terminal de passageiros está em fase de elaboração. O processo de licitação para as obras de ampliação do pátio de aeronaves está aberto. A conclusão do pátio está prevista para setembro de 2013. As duas obras serão feitas via RDC.
A construção da torre de controle do aeroporto foi iniciada em junho e a previsão de conclusão é em dezembro de 2013, com investimento de R$ 14,6 milhões.

São Paulo
O aeroporto de Guarulhos foi concedido à iniciativa privada em fevereiro de 2012, mas a Infraero continua responsável pela terraplanagem de uma área de 310 mil m², onde a empresa vencedora do leilão construirá o terminal de passageiros 3. A terraplanagem está orçada em R$ 417 milhões e tem a conclusão prevista para o fim do mês.

RDC
O Regime Diferenciado de Contratações é uma modalidade de contratação de obras e serviços, principalmente por licitação, mas rápida e com menos riscos em relação à qualidade das obras e ao aumento de custos.
Por meio do modelo, que é aplicado em empreendimentos prioritários para o governo federal como os da Copa 2014, os órgão de controle interno e externo terão maior capacidade de acompanhamento.

Participe do Impactos do RDC nas Licitações e Contratos Públicos

Mais de 120 executivos de todo o Brasil lotaram as salas do evento que abordou os principais aspectos que envolvem o Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC – Lei 12.462/11) e seus impactos para a iniciativa privada, como redução de custos e prazos. O seminário esclareceu, nesse momento decisivo no qual o RDC acaba de ser estendido para as obras do PAC, como o novo modelo poderá substituir a atual Lei Geral de Licitações e Contratos Administrativos (Lei 8.666/1993) e abrir caminho para outro instrumento eficaz e ágil.

Data: 05/10/2012

+ informações

Receba mais informações sobre o seminário.