X

Receba nossa programação por email

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS:

Petrobras e Ecoporto em Santos firmam acordo em 2014

18 setembro 2014

A Petrobras fechou um contrato com o terminal Ecoporto Santos, no porto de Santos, para atender as plataformas de exploração de óleo e gás em alto mar, conforme adiantou o Valor PRO, serviço de informação em tempo real do Valor. A operação teve início no fim de agosto. O terminal do Ecoporto, empresa pertencente ao grupo EcoRodovias, serve de base em terra para a Petrobras transportar insumos em embarcações de apoio destinadas às plataformas offshore, distantes cerca de 300 km da costa paulista.

Procurada, a Petrobras não se manifestou até o fechamento desta edição e o Ecoporto preferiu não falar a respeito. O contrato tem cláusula de sigilo.

Paralelamente ao contrato com o Ecoporto, terminal especializado em soluções logístico-portuárias, a Petrobras está licitando a contratação de dois berços de atracação no cais santista para atender sua operação offshore. A assinatura do contrato está prevista para o fim do ano.

Conforme já noticiado pelo Valor, o plano inicial da petroleira era ter uma base logística própria na margem esquerda (Guarujá) do porto de Santos. A empresa estava em tratativas com a Aeronáutica para utilizar uma área de 600 mil metros quadrados no terreno da Base Aérea. O esboço do projeto contemplava um complexo reunindo porto, heliponto, armazenagem, entre outros. Teria potencial para receber até oito berços de atracação de “supply boats” – embarcações de apoio. Mas a empresa reviu o planejamento e decidiu concentrar os investimentos na sua atividade fim de exploração e produção, evitando investir diretamente em logística.

A Bacia de Santos é hoje uma das principais operações da Petrobras. Os volumes de produção diária devem fechar em mais de 300 mil barris neste ano. O crescimento será, fundamentalmente, no pré-sal, que responde por mais de 80% da produção da Bacia. A estimativa é que em 2020 a Bacia de Santos produza 2 milhões de barris por dia, aproximadamente o que o sistema Petrobras faz hoje. Até lá, a empresa deverá subir os volumes totais para 4,2 milhões de barris por dia.

Hoje, a Petrobras concentra em Santos a Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS), pulverizada em sete edifícios. No próximo mês, a estatal deve inaugurar a primeira das três torres que comporão sua nova sede em Santos.

Participe do 2º Encontro Nacional Portos: Investimentos e Logística

Data: 14/11/2014

+ informações

Receba mais informações sobre o seminário.