X

Receba nossa programação por email

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS:

Debêntures de Infraestrutura: Impactos do Novo Modelo de Financiamento

31/12/1969 9h às 18h

O Evento

Cerca de 100 executivos lotaram as salas de eventos do Hotel Tivoli no 1º evento sobre as novas alternativas de investimentos para viabilizar as Concessões de Infraestrutura, realizado com sucesso dia 14 de Agosto, em São Paulo.

Veja a cobertura da imprensa: Jornal Valor Econômico e Revista Exame

O evento abordou como as concessões de R$ 198,4 bilhões na área de transportes recém anunciadas pelo Governo estimularão o interesse da iniciativa privada em apoiar a expansão do setor de infraestrutura.

Os inscritos desse encontro esclareceram as principais questões sobre as novas condições de financiamento e souberam como atrair o interesse dos investidores para as debêntures.

Quem  participou? Governo e Iniciativa Privada – bancos, investidores, construtoras, agentes fiduciários e advogados – abordarão também como as medidas das emissões de novas debêntures incentivadas poderão alavancar o financiamento de obras, novos projetos e concessões já aprovadas.

Esse importante encontro de players e stakeholders foi, ainda, uma oportunidade de os setores envolvidos em portos, aeroportos, ferrovias e rodovias conversarem sobre alternativas e projetos de qualidade que aumentem o interesse da iniciativa privada.

Objetivo

O Encontro de Executivos de Debêntures de Infraestrutura: Impactos do Novo Modelo de Financiamento reuniu os principais players do País e do Governo com o objetivo de esclarecer à iniciativa privada as condições específicas das emissões de debêntures para cada modal e como as empresas farão para obterem um percentual maior de financiamento público em TJLP com a maior participação das debêntures no financiamento do projeto.

Foi uma oportunidade estratégica de reunir especialistas para discutirem quais serão os incentivos fiscais a esse financiamento de longo prazo.

Mais de 80 empresas inscreveram suas equipes nesse seleto encontro de esclarecimentos e para se adequar e saber como o mercado está se mobilizando para encontrar alternativas de investimento para a infraestrutura.

Principais questões que foram abordadas:

– Como se dará a ampliação da participação dos bancos e do mercado de capitais?
– Como a emissão de debêntures de infraestrutura dará maior acesso ao financiamento público referenciado em TJLP?
– Quais serão as participações de capital próprio dos operadores?
– Quais serão as novas oportunidades para investidores institucionais nacionais e internacionais?
– Como serão desenvolvidos os mecanismos de gestão e de mitigação de risco?

Público Alvo

• Profissionais do Mercado de Capitais e Financeiro
• Executivos de Instituições Financeiras
• Consórcios e Construtoras interessados nas novas concessões
• Bancos
• Investidores
• Financiadores
• Gestores de investimento
• Gestores de órgãos públicos e reguladores
• Consultores jurídicos e empresariais
• Advogados
• Agentes fiduciários
• Empresas emissoras

Palestrantes

Edson Dalto

Gerente no Depto de Transportes e Logística do BNDES e professor nas Faculdades Ibmec/RJ. Engenheiro pela Escola Politécnica da USP e D. Sc. em Administração pelo Instituto Coppead/UFRJ. E com experiência em Modelagem de Negócios e Infraestrutura Logística.

www.bndes.gov.br

Ian Ramalho Guerriero - Ministério do Planejamento

Diretor da Secretaria do Programa de Aceleração do Crescimento do Ministério do Planejamento. Bacharel em Economia pela FEA/USP com mestrado e doutorado em Economia pelo IE/UFRJ, trabalhou com análise setorial e defesa da concorrência na LCA Consultores, foi economista da Área de Infraestrutura do BNDES e professor do IBMEC/RJ.

www.planejamento.gov.br

Felipe Claret da Mota

Funcionário de carreira da CVM há 18 anos, já tendo exercido diversos cargos na Autarquia. Graduado em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Mestre pela Coordenação dos Programas de Pós-Graduação de Engenharia da UFRJ. Possui especialização em mercado de capitais e recebeu treinamento em regulação do mercado de valores mobiliários na Securities and Exchange Commission. Na área acadêmica é professor do Curso de Extensão em Direito do Mercado de Capitais na PUC-Rio.

www.cvm.gov.br

Vicente Abate - ABIFER

Presidente da ABIFER (Associação Brasileira da Indústria Ferroviária). É engenheiro metalurgista formado pela Escola de Engenharia Mauá, pós-graduado em Tratamento Termomecânico de Metais pela Poli/USP e possui MBA em Marketing pela FGV-SP e Babson College dos EUA. É diretor de relações corporativas da AmstedMaxion Fundição e Equipamentos Ferroviários S.A. É diretor do SIMEFRE, da ABIFA, da SAE BRASIL, da ANPTrilhos, da ANTP e do DEINFRA/FIESP. É vice-presidente da ADTrem. É conselheiro do CONSIC/FIESP e da ABENDI.

www.abifer.org.br

Marcio Giannico Rodrigues

Possui 15 anos de experiência profissional no Banco do Brasil S.A., sendo 12 no segmento de Atacado com empresas de médio e grande porte. Atualmente é o responsável pela Área de Project Finance, representando o Banco perante clientes, instituições financeiras e demais partes em discussões que envolvem a assessoria e estruturação de projetos da área de Infraestrutura. Participou diretamente no assessoramento a empresas vencedoras em leilões, como os das rodovias brasileiras Marechal Rondon, Rodoanel e BR 040, além de financiamentos para projetos de energia elétrica, estradas, estaleiros, portos e aeroportos. Formado em Marketing e Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e MBA Executivo em Finanças pelo Insper Instituto em São Paulo.

www.bb.com.br

Julyana Yokota - S&P Global Ratings Latin America

Diretora de Infraestrutura da S&P Global Ratings Latin America - Na S&P Global Ratings desde 2013 como Diretora de Infraestrutura da S&P Global Ratings Latin America. Antes da S&P Global Ratings, Julyana trabalhou por 15 anos no mercado bancários, atuando no Itaú, Credit Suisse e BNP Paribas. Formada em Engenharia pela Universidade de São Paulo e graduada wm Finance from Insper Institute of Education and Research (former IBMEC SP).

www.spglobal.com/

Cristiano Cury - BTG Pactual

Sócio responsável pela área de Distribuição de Renda Fixa do Banco BTG Pactual.Formado em Engenharia pela PUC-RJ, com MBA em Finanças pelo IBMEC RJ, ingressou no Banco Pactual em 2003 e em 2011 tornou-se sócio do Banco BTG Pactual. Antes de liderar a área de distribuição de Renda Fixa, trabalhou no UBS Pactual Asset Management sendo responsável pelo relacionamento com os clientes Institucionais Latam.

www.btgpactual.com

Rodrigo Fittipaldi

Diretor do BNP Paribas.

www.bnpparibas.com.br

Ricardo Simões Russo - Pinheiro Neto Advogados

Sócio da área de mercado de capitais e bancária desde 2009. Formado em Direito pela PUC-SP (1997), com mestrado em direito bancário e financeiro pela Boston University -- School of Law (2002). Associado estrangeiro do escritório norte-americano Cleary, Gottlieb, Steen & Hamilton (2003). Atuou em diversas operações recentes envolvendo ofertas públicas de debêntures de infraestrutura, como assessor jurídico de bancos coordenadores e companhias emissoras.

www.pinheironeto.com.br

Programação

8h30

Credenciamento

Início

Abertura do Evento Presidente de Mesa

Vicente Abate
Presidente da ABIFER

9h10

Bloco Governamental: Perspectivas de Investimento do Novo Programa de Investimento em Logística (PIL)

Ian Ramalho Guerriero
Diretor da Secretaria do PAC – Ministério do Planejamento

9h50 

Como a emissão de debêntures de infraestrutura dará maior acesso ao financiamento público referenciado em TJLP

Edson Dalto
Gerente do Departamento de Transporte e Logística do BNDES

10h40

Coffee Break e Networking 

11h00

Aspectos regulatórios da emissão de Debêntures Incentivadas

Felipe Claret da Mota
Inspetor da Auditoria da CVM

11h40

Momento de perguntas: Esclareça as principais questões para os seus negócios com o Governo

12h20

Almoço

14h00

Bancos X Desafios do Mercado Secundário de Debêntures de Infraestrutura

– Perspectivas de aumento das debêntures de infraestrutura no mercado
– Características da liquidez dos papeis
– Criação de subprodutos derivados

Cristiano Cury
Sócio do BTG Pactual

Rodrigo Fittipaldi
Diretor do BNP Paribas

Marcio Giannico
Head of Project Finance – Banco do Brasil

15h30

Momento de perguntas: Esclareça as principais questões para os seus negócios

16h00

Coffee Break e Networking

16h20

Agência de Rating: Fundamentos da Análise de Debêntures Incentivadas

– Critérios de Classificação de Risco
– Perspectivas de aumento da atração de investimentos
-Aspectos regulatórios x previsibilidade, estabilidade e rentabilidade de projetos de infraestrutura

Julyana Yokota
Latin America Utility & Infrastructure Ratings – Standard & Poor’s

17h00

Como estruturar ofertas públicas de debêntures de infraestrutura – Aspectos legais

– Exemplos de casos recentes (relacionamento com ministérios, discussões sobre estrutura de ofertas, peculiaridades de casos)
– Possíveis atualizações às regras atuais visando fomentar ofertas de debentures de infraestrutura

Ricardo Simões Russo
Sócio da área de mercado de capitais e bancária do Pinheiro Neto Advogados

18h00

Encerramento

Grade sujeita a alterações

Compartilhe este seminário

Contato

Receba mais informações sobre o seminário.

Data

31/12/1969
9h às 18h

Local

Hotel Tivoli São Paulo - Mofarrej ★★★★★
Alameda Santos, 1437 - São Paulo

Investimento

R$ 1790 para inscrições pagas até 17/07 (esgotado)
R$ 1990 para inscrições pagas até 31/07 (esgotado)
R$ 2290 para inscrições pagas até 07/08 (esgotado)
R$ 2490 para inscrições pagas até 13/08 (esgotado)

Incluso

– Material de Apoio Digital:
Palestras copiadas em pen drive
– Alimentação:
Welcome Coffee, Coffee break manhã/tarde e almoço
– Estacionamento do Hotel
– Certificado de participação no Seminário

Patrocínio

Conheça as opções de patrocínio e razões para expor a marca da sua empresa nos eventos da Conceito que reúnem Governo, players dos mercados financeiro e de infraestrutura de todo o Brasil.

Para patrocinar ligue para (11) 2364-0008 ou envie e-mail: patrocinio@conceitoseminarios.com.br

Apoio

SINDUSCON FPOLIS
PROSPECT BRASIL
ABCE
ABIFER
ABTI
ACIONISTA
APIMEC
CAPITAL ABERTO
SINICESP

Compartilhe