X

Receba nossa programação por email

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS:

2º ENCONTRO DE EXECUTIVOS SOBRE DEBÊNTURES DE INFRAESTRUTURA: IMPACTOS DA NOVA FASE DE CAPTAÇÃO

31/12/1969 09h às 18h

O Evento

As novas alternativas de investimentos para viabilizar as Concessões de Infraestrutura serão debatidas na segunda edição do seminário que reunirá bancos, investidores e players envolvidos nas debêntures de infraestrutura.

O evento abordará como as concessões de R$ 198,4 bilhões na área de transportes anunciadas pelo Governo estimularão o interesse da iniciativa privada em apoiar a expansão do setor de infraestrutura.

Os inscritos desse encontro esclarecerão as principais questões sobre as novas condições de financiamento e mostrarão alternativas para atrair o interesse dos investidores para as debêntures.

Quem vai? Governo e Iniciativa Privada – bancos, investidores, construtoras, agentes fiduciários e advogados – abordarão também como as medidas das emissões de novas debêntures incentivadas poderão alavancar o financiamento de obras, novos projetos e concessões já aprovadas.

Esse importante encontro de players e stakeholders será, ainda, uma oportunidade de os setores envolvidos em portos, aeroportos, ferrovias e rodovias conversarem sobre alternativas e projetos de qualidade que aumentarão o interesse da iniciativa privada.

Veja como foi a primeira edição do Evento que reuniu 100 players em SP

 Principais questões a serem debatidas:

– Como investir em projetos que tragam ganhos de competitividade à economia brasileira?
– Como se dará a ampliação da participação dos bancos e do mercado de capitais?
– Como a emissão de debêntures de infraestrutura dará maior acesso ao financiamento público referenciado em TJLP?
– O papel do BNDES nas concessões e privatizações e como tornar possíveis os negócios com as estatais
– Quais serão as participações de capital próprio dos operadores?
– Quais serão as novas oportunidades para investidores institucionais nacionais e internacionais?
– Como serão desenvolvidos os mecanismos de gestão e de mitigação de risco?

Objetivo

– Proporcionar a integração e troca de experiências entre executivos de empresas públicas e privadas que pretendem capitalizar via debêntures com o Governo, consórcios, instituições financeiras, jurídicas e avaliadoras de risco
– Traçar uma panorama para os leilões de infraestruta de 2017, que serão indutores da comercialização de debêntures de infraestrutura
– Apresentar as novas regras e modelagens jurídicas para as captações via dívidas
– Debater sobre os benefícios obtidos com a comercialização de dívida no Brasil e o potencial deste mercado ainda iminente

Público Alvo

– Profissionais do Mercado de Capitais e Financeiro
– Executivos de Instituições Financeiras
– Consórcios e Construtoras interessados nas novas concessões
– Bancos
– Investidores
– Financiadores
– Gestores de investimento
– Gestores de órgãos públicos e reguladores
– Consultores jurídicos e empresariais
– Advogados
– Agentes fiduciários
– Empresas emissoras

Saiba como foi a primeira edição do evento

Palestrantes

Bruno Westin - Ministério do Planejamento

Diretor de Relações com Financiadores na Secretaria de Desenvolvimento da Infraestrutura desde agosto/2016. Foi Secretário de Estado Adjunto de Fazenda de Minas Gerais e é servidor de carreira da Secretaria do Tesouro Nacional/Ministério da Fazenda. É Formado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, tendo concluído o mestrado em Teoria Econômica pela Universidade de São Paulo - USP.

www.planejamento.gov.br/acesso-a-informacao/institucional/unidades/secretaria-de-desenvolvimento-da-infraestrutura

André Salcedo - BNDES

Head do Departamento de Fomento ao Mercado de Capitais do BNDES. Funcionário desde 2003, com passagem em diversas unidades relacionadas a mercado de capitais envolvendo investimento, gestão de portfólio e desinvestimento de participações acionárias da BNDESPAR. Atuou na estruturação de diversas operações envolvendo M&A, reestruturação societária e financeira. Participou, como indicado da BNDESPAR, em colegiados de empresas abertas e fechadas, de diversos portes e segmentos. Atualmente é Chefe do departamento responsável por atuar no desenvolvimento do mercado de capitais de renda fixa, com foco em debêntures de infraestrutura. Andre é M.Sc. em Engenharia Elétrica e formado em Engenharia Elétrica e de Produção pela PUC-Rio.

www.bndes.gov.br

Aguinaldo Barbieri - Banco do Brasil

Gerente executivo de Renda Fixa do Banco do Brasil há quatro anos. Anteriormente foi Gerente de Corporate da instituição, com foco em Infraestrutura e Real Estate. Formado em Direito, possui MBA em Finanças pela FEA/USP, MBA em Negócios Internacionais pela FIPE/USP e MBA em Liderança Estratégica pela USP e Unisinos. É membro do Conselho de Autorregulação da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais).  

www.bb.com.br/

Julyana Yokota - S&P Global Ratings Latin America

Diretora de Infraestrutura da S&P Global Ratings Latin America - Na S&P Global Ratings desde 2013 como Diretora de Infraestrutura da S&P Global Ratings Latin America. Antes da S&P Global Ratings, Julyana trabalhou por 15 anos no mercado bancários, atuando no Itaú, Credit Suisse e BNP Paribas. Formada em Engenharia pela Universidade de São Paulo e graduada wm Finance from Insper Institute of Education and Research (former IBMEC SP).

www.spglobal.com/

Vicente Abate - ABIFER

Presidente da ABIFER (Associação Brasileira da Indústria Ferroviária). É engenheiro metalurgista formado pela Escola de Engenharia Mauá, pós-graduado em Tratamento Termomecânico de Metais pela Poli/USP e possui MBA em Marketing pela FGV-SP e Babson College dos EUA. É diretor de relações corporativas da AmstedMaxion Fundição e Equipamentos Ferroviários S.A. É diretor do SIMEFRE, da ABIFA, da SAE BRASIL, da ANPTrilhos, da ANTP e do DEINFRA/FIESP. É vice-presidente da ADTrem. É conselheiro do CONSIC/FIESP e da ABENDI.

www.abifer.org.br

Carlos Ratto - Cetip

Diretor executivo Comercial, de Produtos, Marketing e Comunicação da empresa da Cetip, companhia de capital aberto que oferece serviços de registro, central depositária, negociação e liquidação de ativos e títulos.

www.cetip.com.br/

Daniel Engel

Sócio do Departamento de Infraestrutura do Felsberg Advogados

www.felsberg.com.br/

Fabio Sertori

Sócio do Departamento de Infraestrutura e Energia do Felsberg Advogados

www.felsberg.com.br/

Ricardo Simões Russo - Pinheiro Neto Advogados

Sócio da área de mercado de capitais e bancária desde 2009. Formado em Direito pela PUC-SP (1997), com mestrado em direito bancário e financeiro pela Boston University -- School of Law (2002). Associado estrangeiro do escritório norte-americano Cleary, Gottlieb, Steen & Hamilton (2003). Atuou em diversas operações recentes envolvendo ofertas públicas de debêntures de infraestrutura, como assessor jurídico de bancos coordenadores e companhias emissoras.

www.pinheironeto.com.br

Rafael Zlot - Brasil Plural

Rafael Zlot e atualmente sócio e gestor de crédito da asset do Brasil Plural. Iniciou a carreira no Banco Pactual, em 1995, como analista do departamento de Dívida Externa. No Pactual, foi um dos responsáveis pela estruturação do departamento de trading de "Mercados Locais" para a América Latina (ex-Brasil). Em 1998, participou da fundação da JGP, onde trabalhou como Trader Sênior de Câmbio e Renda Fixa por sete anos. Em 2006, foi sócio-fundador da TradewireGroup, onde foi membro do comitê executivo e permaneceu até ingressar no grupo Brasil Plural. É formado em Engenharia de Produção Mecânica pela PUC-RJ, tendo recebido bolsa de desempenho acadêmico.

www.brasilplural.com.br

Cristiano Cury - BTG Pactual

Sócio responsável pela área de Distribuição de Renda Fixa do Banco BTG Pactual.Formado em Engenharia pela PUC-RJ, com MBA em Finanças pelo IBMEC RJ, ingressou no Banco Pactual em 2003 e em 2011 tornou-se sócio do Banco BTG Pactual. Antes de liderar a área de distribuição de Renda Fixa, trabalhou no UBS Pactual Asset Management sendo responsável pelo relacionamento com os clientes Institucionais Latam.

www.btgpactual.com

Yannick Bergamo - Fator Administração de Recursos

Gestor de crédito da FAR – Fator Administração de Recursos, Bergamo começou a carreira na área de pesquisa e desenvolvimento da Chaordic Systems, empresa voltada para sistemas de aprendizagem de máquina em sites de e-commerce. Posteriormente, entrou como trainee no Fator, onde atuou por dois anos na área de Equity Research da Fator Corretora, passando pelos setores de Tecnologia, Commodities, Logística e Imobiliário. Antes de ingressar na área de crédito, atuou como analista da FAR dos setores de Siderurgia, Mineração, Petróleo & Gás e Alimentos. Yannick Bergamo é formado em Engenharia Elétrica pela Escola Politécnica da USP.

www.fator.com.br/administracao_recursos/

Antonio Carlos Conceição - Fator Administração de Recursos

Diretor de Gestão de Recursos do Fator e Diretor de Investimentos da FAR – Fator Administração de Recursos. Antonio é formado em Finanças e Comércio Exterior pela Leonard Stern School of Business, escola pertencente à New York University (NYU), e pós-graduado em Private Banking pelo Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (IBMEC). Antonio tem as certificações de Administrador de Carteira de Valores Mobiliários (CVM), CGA (ANBIMA) e CFP (IBCPF). Em sua trajetória profissional, o executivo acumulou experiência na área de Private Banking nos Bancos Safra (New York), Itaú, Unibanco e  ItaúUnibanco.

www.fator.com.br/administracao_recursos/

Programação

8h30

Credenciamento e Welcome Coffee

8h50

Abertura do Evento pelo Presidente de Mesa

Vicente Abate
Presidente da Associação Brasileira da Indústria Ferroviária (ABIFER)

9h10

As Novas Concessões em Infraestrutura no Brasil

– Quais setores serão mais estimulados?
– Qual o papel das debêntures para as empresas privadas se capitalizarem?

Bruno Westin
Diretor do Departamento de Relações com Financiadores e Projetos Especiais do Ministério do Planejamento

9h50

BNDES: O papel e o Novo Escopo de Atuação do BNDES na Captação de Recursos pelas Debêntures de Infraestrutura

André Salcedo
Chefe do Departamento de Fomento ao Mercado do BNDES

10h20

Coffee Break e Networking

10h40

Qual expectativa para os bancos públicos nesta nova rodada de concessões?

– Qual a demanda de concessões em saneamento básico no Brasil atual?
– Qual o papel da Caixa Econômica Federal no processo de captação de investimentos?

Rogério de Paula Tavares
Diretor de Saneamento e Infraestrutura da Caixa Econômica Federal

11h10

A Atuação dos Bancos Públicos na Emissão e Garantia das Debêntures de Infraestrutura

– Criação de subprodutos derivados e fundos formados com debêntures

Aguinaldo Barbieri
Gerente executivo do Banco do Brasil

11h40

Momento de Perguntas e Respostas: Perspectivas no Cenário Regulatório

12h10

Almoço com Players

14h00

Panorama do Mercado de Debêntures de Infraestrutura

– Números do mercado
– Mercado secundário já é realidade
– Acesso por pessoas físicas
– Papel dos distribuidores

 Carlos Ratto
Diretor Comercial da Cetip

14h30

Atração de Investimentos de Projetos de Infraestrutura

– Rentabilidade
– Desafios do cenário econômico atual
– Critério de classificação de risco pelas agências de rating

Julyana Yokota
Diretora de Infraestrutura da S&P Global Ratings Latin America

15h00

Concepção e Estruturação de Projeto de Infraestrutura no Brasil

– O papel indutor do Programa de Parcerias para Investimentos (PPI)
– Formas de Financiamentos

Daniel Engel e Fábio Sertori
Sócios do Felsberg Advogados

15h30

Ofertas Públicas de Debêntures de Infraestrutura: Um balanço dos 5 anos desde a criação da regra X Aspectos Legais

– Exemplos de casos recentes (relacionamento com ministérios, discussões sobre estrutura de ofertas, peculiaridades de casos)
– Possíveis atualizações às regras atuais visando fomentar ofertas de debentures de infraestrutura
– Perspectivas para 2017

Ricardo Simões Russo
Sócio da área de mercado de capitais e bancária do Pinheiro Neto Advogados

16h00

Momento de Perguntas e Respostas: Como Viabilizar Projetos
Um debate amplo entre participantes e palestrantes sobre as principais questões e oportunidades do instrumento de captação

16h20

Coffee Break e Networking

16h40

A Participação dos Agentes de Investimento no Fomento do Mercado de Debêntures

– Expectativas do novo momento e como atrair os investidores (pessoa física, fundos e internacional)
– Mercado primário e secundário
–Obstáculos a serem superados

Cristiano Cury
Sócio do BTG Pactual

Rafael Zlot
Sócio e gestor de crédito da asset do Brasil Plural

17h20

Motivos para Acessar o Mercado de Debêntures de Infraestrutura Através de Fundos de Investimento com Gestor Profissional

Antonio Carlos da Rocha Conceição
Diretor de Gestão de Recursos do Banco Fator e Diretor de Investimentos da FAR – Fator Administração de Recursos

Yannick Bergamo
Gestor de crédito da FAR – Fator Administração de Recursos

17h50

Momento de Perguntas e Respostas

18h10

Encerramento

Compartilhe este seminário

Contato

Receba mais informações sobre o seminário.

Data

31/12/1969
09h às 18h

Local

Grand Mercure Ibirapuera ★★★★★
R. Sena Madureira, 1355 - Ibirapuera, São Paulo - SP

Investimento

R$ 2.290 para inscrições pagas até 18/11/2016
R$ 2.590 para inscrições pagas até 24/11/2016

Incluso

– Material de Apoio Digital: Palestras copiadas em pen drive
– Alimentação:
Welcome Coffee
Coffee Break Manhã
Almoço
Coffee Break Tarde
– Estacionamento do Hotel
– Certificado de participação no Seminário

Apoio

REDE PPP
FELSBERG ADVOGADOS
PINHEIRO NETO
ABBC
ABIFER
ABTI
ACIONISTA
APIMEC
CAPITAL ABERTO
CETIP
SINAENCO
SINICESP

Compartilhe